Projetos de Forense

1

PROTOCOLO PARA ANÁLISES DE CASOS DE BALA PERDIDA POR MEIO DE IMAGENS MÉDICAS E PROTOTIPAGEM RÁPIDA

No Brasil, o índice de casos de bala perdida e o número de processos arquivados por falta de provas são muito altos. Perícias criminais demandam protocolos oficiais que validem evidências obtidas por tecnologias forenses. O Objetivo da pesquisa foi analisar dois casos envolvendo crianças atingidas por bala perdida. Imagens de tomografia computadorizada e ressonância nuclear magnética foram reconstruídas em 3D com os softwares livres Navegatium e InVesalius. A trajetória intracorpórea de cada projétil foi estimada bem como os tecidos danificados pelo trauma. Modelos destas estruturas podem ser impressos por manufatura aditiva para fornecer mais detalhes sobre a trajetória das balas. Os resultados deste estudo podem ser usados em análise biomecânica baseando-se nas propriedades físicas dos tecidos atingidos para estimar a localização do atirador.

Projeto de Iniciação Científica. Aluna: Marylin Daísa  (Bolsa CNPq)"

2

CRIAÇÃO DE UMA BASE DE DADOS DE MÃOS E ESTATURAS PARA GERAÇÃO DE MODELOS DE REGRESSÃO EM ANTROPOMETRIA FORENSE

A ciência forense busca achar soluções em casos legais como explicar acidentes e crimes. Na maioria das vezes é necessário determinar a identificação ou características de um indivíduo a partir de restos mortais do mesmo. Tal identificação é baseada no uso de equações de regressão geradas a partir de uma amostra de esqueletos. Estas equações estabelecem a relação entre duas variáveis de modo que se possa estimar uma a partir de outra disponível. O Brasil ainda não possui um banco de dados com medidas acuradas de parâmetros antropométricos de sua população. Tais dados são fundamentais para o desenvolvimento de estudos de forense na área de biomecânica. O objetivo desta pesquisa é 1) Criar um banco de dados de parâmetros das mãos de uma população de São Paulo e 2) Realizar análise de regressão destas medidas para gerar um equações que possam estimar a altura de uma pessoa a parir de medidas das mãos. A aplicabilidade do uso de equações de regressão encontradas na literatura forense para a estimativa de altura a partir de medidas das mãos será investigada. A pequisa visa gerar um novo grupo de equações que sejam mais adequadas para a identificação de indivíduos de uma população brasileira.

Projeto de Mestrado em Eng Biomédica (UFABC) Estatístico Felipe Granado Souza

3

CRIAÇÃO DE UM PROTOCOLO PARA RECONSTRUÇÃO 3D SIMPLIFICADA DE VITIMAS DE ARMA DE FOGO

A pesquisa é fruto da colaboração institucional entre o Centro de Antropologia e Arqueologia Forense CAAF da UNIFESP e o Centro Latino-Americano da Universidade de Oxford. O projeto “Violência de Estado no Brasil: uma análise do Crimes de Maio de 2006 na perspectiva da antropologia forense e da justiça de transição” visa consolidar a área de Antropologia Forense no Brasil a partir de iniciativas de justiça de transição que ocorrem desde o fim da ditadura. O objetivo desta parte da pesquisa é criar protocolos para a reconstrução 3D de 4 casos de mortes por arma de fogo ocorridos no evento Maio de 2006 na Baixada Santista no estado de São Paulo. Os softwares livres MakerHuman e Blender estão sendo utilizados para a criação de avatares com reconstruções 3D qualitativas das cenas dos crimes a partir de informações de boletins policiais e laudos de peritos forense. Os protocolos criados serão validados e a possibilidade de implementação em processos judiciais será investigada.   

Projeto de Pesquisa Newton Fund/British Council, Eng. Biomédicas Thabata Ganga e Natália Santos 

Grupo de Biomecânica e Forense
Instituto de Ciência e Tecnologia ICT
Universidade Federal de São Paulo UNIFESP


Rua Talim, 330 - CEP 12331-280
São José dos Campos, SP, Brasil
e-mail: biomecanica.unifesp@gmail.com

 

Contagem de acesso a partir de 14/06/2016

Copyright © 2015 Grupo de Pesquisa Biomecânica UNIFESP. Todos os direitos reservados.